MOÇAMBIQUE 365

As maravilhas do WordPress permitem estas coisas, escrever um post e agenda-lo para ser publicado noutra altura. E é isso mesmo que fiz! Neste momento devo estar a embarcar no voo da TAP em direcção a Lisboa. E neste momento estou a publicar o meu último post em Moçambique.

Um ano passou e impõe-se um post em jeito de despedida.

E que ano este…🙂

À minha chegada tinha um país por explorar. O que se aprende nos livros e se vê em fotografias apenas serve de background teórico: a realidade é bastante diferente! As pessoas, a gastronomia, as paisagens, o cheiro… tudo novas experiências que embriagam quem para aqui vem de espírito totalmente aberto ao desconhecido.

Ainda me lembro de pensar que Moçambique nunca esteve nos meus planos. Nunca! Tal como digo num dos meus primeiros posts, este país era, para mim, mais um entre muitos que existem no Continente Negro. Não podia estar mais errado! É tão difícil descrever o fascínio deste país. É pobre, é certo, tem muitas dificuldades, é certo, cria muitas chatices, também é verdade! Mas, lá no fundo há algo que só cá quem vem pode experimentar. Um cocktail de história, gentes e culturas de  sabor ímpar!

Esta última semana foi passada a pensar que tudo o que fazia era “a última vez“! É uma sensação estranhar pensar assim. Quase que me atrevo a dizer que no meu subconsciente algo previa que este era de facto um “último adeus” (quem sabe definitivo)  a muita coisa. Será que volto cá?

Não sei porquê, mas esta semana o tempo esteve tão agradável! Os dias já não são de um calor sufocante.  À noite, uma brisa suave e morna tocava a pele afastando os tão indesejados mosquitos. Por duas noites tive a oportunidade de jantar ao ar livre junto à barragem de Macarretane. Aqui, além dos sons habituais da bicharada, a Natureza presenteou-nos com um céu estrelado impossível de esquecer e de descrever e um desfilar constante de pequenos pirilampos pelo mato. Fantástico!

Tanta coisa que poderia dizer… ando há uma semana a pensar no que escrever. Todos os dias tenho uma versão nova! Mas, quando foi preciso escrever este texto não me saia nada…

Levo comigo uma bagagem quase vazia de roupa, mas recheada de lembranças inesquecíveis: umas boas, umas muito boas, outras más.

Moçambique é assim, é preciso amar!

Muitos acabam por abandonar o barco e perdem a essência desta jovem nação. Um Estado em construção onde eu fui uma pequena peça de um puzzle chamado Moçambique. Agora saio, mas outros virão para preencher o meu espaço. Da mesma forma que aprendi, deixei também uma marca aqui. Eu estive cá! Eu ajudei!

A minha aventura em Moçambique foi recheada de peripécias que vou para sempre recordar: do bacalhau roubado na noite de Natal às sucessivas avarias no carro, das visitas ao Kruger às noites de fim-de-semana em Maputo, passando pela inacreditável forma de condução à lá moçambicana e pelo calor infernal de África… são tudo histórias que irei para sempre recordar. Esquecer o menos bom e focar-me apenas nas boas memórias, nas risadas, nas amizades que fiz e nas experiências únicas que tive!

E por entre sol e chuva, frio e calor lá se passou um ano.  Estou de regresso a Portugal. As saudades são já muitas… mas tenho a certeza que África, e Moçambique em especial, ficarão para sempre dentro do meu coração!

E para terminar, um “obrigado”! Obrigado a todos com os quais me cruzei nesta viagem.

Um abraço,

Alberto Chaves

10 Responses to “MOÇAMBIQUE 365”


  1. 1 João Gil 3 de Abril de 2010 às 23:55

    E que bem regressado sejas!!
    Abraço!

  2. 2 Rui Lima (Kyta) 5 de Abril de 2010 às 01:01

    A tua presença aí contribuiu grandemente com pequenos “conhecimentos” valorizados por um natural dessas terras e que necessáriamente a “sente” de uma forma mais especial.
    É glorificante ouvir essas palavras tão sábias de alguém “de fora”…
    Mais uma vez obrigado por todas as dicas dadas que certamente nos irão ajudar a partir de 15ABR10, quando por aquela cidade passar rumo a um sonho com 36 anos de idade.
    Obrigado AMIGO

    Contacta

  3. 3 miss portugal 9 de Abril de 2010 às 13:09

    que tudo o que tenhas vivido, sentido, ouvido, visto, amado e odiado aqui neste país no fundo do mundo te acompanhe para semrpe, que te dê muito mais do ques os poucos 365 dias que aqui passaste. que ao longo da tua vida os continues a reviver guardando em cada imagem, memória apenas o carinho e o calorzinho que moçambique te soube dar.
    da minha parte, e dos meus coelhinhos, sabes que terás sempre um abraço amigo, uma casa com quarto preparado para ti e que estaremos aqui, ali e acolá para o que der e vier.
    beijinhos e para sempre: até já!
    a..

  4. 5 carla 15 de Abril de 2010 às 15:49

    Obrigada Alberto, por teres partilhado as tuas aventuras com todos os que nasceram e/ou viveram em Moçambique-Chokwe. Deu para sentir um raiozinho de sol e uma brisa do cheiro da terra.Obrigada!!!bjs

  5. 7 Wagne Moura 11 de Dezembro de 2010 às 12:33

    Caro Alberto,

    Gostei de viajar um pouco contigo e pude relembrar momentos que passamos e ainda vamos passar nestas regiões de Maputo e Chókwe, estamos trabalhando na ajuda para crianças orfãs da aldeia de Barragem em Chókwe.
    Peço ao amigo que acesse http://www.off.org.br e se achar conveniente, nos ajude a divulgar o site, acesse também no site o CRECHE CHOKWE.

    Abraço

    Wagner Moura
    Brasil
    67 9205 6688

  6. 9 jose s.cachopo 14 de Abril de 2015 às 17:41

    tantas saudades desse pais maravilhoso pois foi criado ai nessa bela cidade trigo de morais gostaria de ai voltar mas nao posso por motivos de saude

  7. 10 jose s.cachopo 14 de Abril de 2015 às 17:42

    fico triste por nao poder voltar


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 34 outros seguidores


%d bloggers like this: