Posts Tagged 'Vasco da gama'

Kaapstad

O primeiro contacto com a civilização Ocidental deu-se em 1488 pela mão de Bartolomeu Dias. Mais tarde, após a passagem de Vasco da Gama a caminho das Índias,  D. João II muda o nome de Cabo das Tormentas para da Boa Esperança.

A esperança fazia deste ponto no continente africano um local único!

Em 1652, muitos anos depois dos Portugueses, a Companhia Holandesa das Índias Orientais estabelece-se na região, organizando um pequeno porto onde as embarcações dos Países Baixos pudessem ancorar nas suas viagens transoceânicas.

A cidade foi crescendo e cedo se começou a afirmar como um ponto de passagem obrigatório. As influências holandesas, inglesas e orientais foram crescendo de igual forma. Caiu definitivamente para o controlo da Casa Real Inglesa em 1814.

Logo no início do século XX, os ingleses unificam todo o território do sul de África, formando a União da África do Sul (Colónia do Cabo, Repúblicas Bóeres e Colónia de Natal). Nasce uma nova capital legislativa para este grande país.

Cidade Mãe, é este o nickname da Cidade do Cabo.

Hoje, a Cidade do Cabo (ou Kaapstad em Afrikaans), é uma das mais cosmopolitas cidades de toda a África. Cidade segura e limpa, esta metrópole africana tem um conjunto de atracções turísticas únicas! A Table Mountain, o Cabo da Boa Esperança, a Península do Cabo, a Falsa Baía, o Victoria & Alfred Waterfront, a Robben Island, Camps Bay e a zona Vinhateira do Cabo tornam este destino muito apreciado pelos turistas.

Eis algumas fotos que tirei na minha visita em Setembro passado à cidade.

Imponente, bonita, única… a Europa no extremo sul de África!

Anúncios

Imagem do dia #119

Quando Vasco da Gama atracou nestas águas, Janeiro de 1498, chamou a este território “Terra da Boa Gente”.

Hoje em dia, Inhambane é uma das maiores atracções turísticas do sul de Moçambique. Junto à cidade, protegida por uma enorme baía com o mesmo nome, situam-se as praias da Barra, Tofo e Tofinho. A própria cidade de Inhambane, capital provincial, é um autêntico museu ao ar livre. A cidade preservou o seu estilo colonial, as suas cores e o reboliço do porto pesqueiro.


Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 43 outros seguidores

Anúncios