Posts Tagged 'Anastacia'

Há coisas fantásticas, não há?

O mundo é mesmo muito pequeno!

Já cheguei à conclusão que em Maputo todos os Portugueses se conhecem, e acreditem que a comunidade lusa daqui é bem extensa! Há sempre alguém amigo, primo, irmão, vizinho ou colega de trabalho que conhece alguém aqui! Acabam-se por conhecer todos! Os locais de “poiso” também são quase sempre os mesmos o que facilita este intercâmbio lusófono! 😉

Mas, por vezes, o mundo não é só pequeno para a Comunidade Portuguesa…

Depois da festa do Dia de Portugal na Escola Portuguesa de Maputo resolvemos ir jantar ao Costa do Sol. O grupo era extenso (o que sabemos que em jantaradas não funciona sempre muito bem…) e a noite prometia ser bem agradável. Alguns minutos depois de chegar ao restaurante fico vidrado na rapariga da mesa ao lado. Não podia acreditar no que estava a ver… ou era a Anastacia ou era uma sósia dela! A Anastacia foi uma colega russa que estudou na Universidade do Minho e que me acompanhou quando estive a estudar em Moscovo. Fazia parte do primeiro grupo de alunos russos que visitaram a Universidade do Minho, o que levou a que eu e outros amigos meus criássemos uma ligação muito especial com esses alunos.

Por momentos tentei observar o mais possível sem ser descarado! Mas ela também estava a olhar para mim! Só podia ser ela. “Eu conheço aquela rapariga! É a Anastacia!” – dizia eu entusiasmadíssimo para o Aldo e para a Andrea. Comecei a fazer um jogo de lógica: ela estudava Relações Internacionais, queria seguir a carreira diplomática e estudava Língua Portuguesa. Os óculos eram os mesmos, o corte de cabelo era o mesmo, a postura era a mesma, logo só podia ser ela! Levantei-me e fui ao encontro da mesa dela!

Anastacia em Braga (Julho 2006)O seu sorriso ao ver que me estava a aproximar dissipou qualquer dúvida! CLARO QUE ERA ELA! Dois dedos de conversa deram para perceber que estava a trabalhar na Embaixada da Federação Russa em Maputo há 10 meses.

Já viram a coincidência?! O mundo é mesmo pequeno!

 

Dá mesmo para perguntar: “há coisas fantásticas, não há?”

 

Anúncios

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 37 outros seguidores